Submissão

No início da minha conversão, quando não sabia nada e necessitava de tudo, mantinha a mente e coração abertos para a ação do Espírito Santo.

Na verdade, não tinha nada a oferecer e só me restava receber aquilo que ele tinha pra mim.

Eu era muito mais natural, espontânea. Livre, para perdoar e ser perdoada.

Mesmo em meio a dor, muitas feridas foram curadas. E como doeram! Mas a dor era necessária pra que de fato eu fosse livre, pois, “onde o Espírito Santo está, há liberdade”.

Livre de mim mesma, das minhas opiniões e intensões de controlar. Livre dos meus pecados e falhas. Renovada, todos os dias!

Após um certo tempo, as dores, apesar de menos intensas (ou não!) começaram a voltar, afinal, a cura é progressiva e aprendi que somos transformados de glória em glória… Esse conhecimento me fez racionalizar meu processo de cura.

Inconscientemente, quando entendia que algo iria acontecer, tentava acelerar o processo, fazendo orações superficiais acreditando que tudo estava resolvido. Foi quando Ele, com muito amor, me confrontou.

Me mostrou que o conhecimento sem Sua ação é apenas conteúdo. Mostrou que meu coração não estava inteiramente disposto a ser curado. Temendo a dor, tornou-se mecânico, frio e distante.

Então, entendi claramente que não existe evangelho sem a cruz, que a dor vem na medida necessária da minha cura.

Lembrei ainda, que Jesus enquanto esteve na terra sofreu o necessário até o fim! Ele não foi covarde em relação aos seus sentimentos. Encarava qualquer sensação, fosse ela boa ou ruim. Preferiu sofrer intensamente a viver como um omisso. Não endureceu seu coração, nem ficou constrangido em passar toda aquela humilhação.

Apesar de ser filho do Rei, teve um coração de carne, com veias, artérias e sangue. Um coração que batia no ritmo da vontade do Pai. Pois, se não fosse assim, como reagiria às emoções? Como sentiria sua vitória chegar?

Então, se minha força realmente vem Dele, não tenho o que temer. Somente com o coração totalmente vulnerável, à sua vontade, é que permito a ação completa do Espírito Santo. Somente com uma submissão ilimitada serei cheia dEle.

Decidi  por hoje, não endurecer o coração.

“Darei a eles um coração não dividido e porei um novo espírito dentro deles; retirarei deles o coração de pedra e lhes darei um coração de carne.” Ez 11.19

Roberta Gonçalves
Uma jovem em recuperação!
Anúncios

Sobre blogcrjovem

Blog CR Jovem - Proibido Pessoas Perfeitas
Esse post foi publicado em Devocional, Testemunho. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s