O Obstinado Amor de Deus

(trecho do livro)

O mestre não nos quer perfeitos, apenas verdadeiros.

Ainda assim, ás vezes é tão grande nosso esforço por agradar a Deus e por impressionar as pessoas – tão decididos estamos a ser cristãos perfeitos -, que vemos nossa energia sugada e nos mortificamos em razão de nossa exterioridade escorregadia e de nossa hipocrisia interior.

Precisamos de uma transfusão de origem divina.

O coração do Mestre bate por nós, não contra nós.

Ele sempre arrancará o verde falsificado e a esterilidade de nossa hipocrisia, mas jamais quebrará o caniço rachado (“Não quebrará o caniço rachado, não apagará o pavio fumegante, até que leve à vitória a justiça…” Mt 12.20 e “A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; com verdade trará justiça.” Is 42.3) de nossa vida despedaçada. Os ramos deixados ao longo do caminho nunca são arrancados em consequência de sua repulsa, mas sempre constituem parte de sua cuidadosa poda.

Por isso, venha e escute as batidas do coração do Mestre. Aproxime-se da realidade daquilo que sua encarnação e ressurreição podem significar na rotina de sua vida.

Sinta a vitalidade que retorna à alma quando você se aceita, recebe o amor do Mestre e se deleita com sua graça.

Eu resseco a árvore verde e faço florescer a árvore seca.” Ezequiel 17.24

 

Brennan Manning

Editora Mundo Cristão

 

Anúncios

Sobre blogcrjovem

Blog CR Jovem - Proibido Pessoas Perfeitas
Esse post foi publicado em Livro. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s